top of page

Valença: Coelba causa prejuízos no abastecimento de água da cidade

O SAAE deverá notificar judicialmente a Coelba com o objetivo de ser indenizada pelos prejuízos causados.

Nesta segunda-feira (15), veio a conhecimento da população valenciana, por meio de uma nota da SAAE, os motivos da falta de água no município. A autarquia explica que a Estação de Tratamento de Água está com um problema na rede de captação, devido a falta de alimentação de energia proporcionada pela Coelba.


A captação da água é uma das etapas fundamentais para o pleno funcionamento da autarquia. É ela que antecipa o tratamento, e distribuição do elemento fundamental para a vida dos munícipes, que aguardam o retorno da água desde este domingo (14).


O SAAE afirma que a empresa de energia foi contatada por volta das 16h de ontem (14), porém até as 07h da manhã de hoje ainda não havia sido respondida, ou sequer recebido os atendimentos para a garantia do retorno do funcionamento das ETAs. Essas e outras situações vem tornando-se frequentes na região, que no fim, é a mais prejudicada.


A falta de cuidado às prestações de serviços a outras empresas é extremamente prejudicial, haja vista que, impossibilita a prática seus serviços de prestação dos recursos básicos à população. Além disso, não é de conhecimento de todos os valencianos que os processos de tratamento de água não dependem unicamente da SAAE, que, por sua vez, precisa da fonte de energia para captar o líquido, a queda de energia ocasiona em cobranças desproporcionais à autarquia que também está no prejuízo.


Este mal-entendido é mais comum do que se imagina, em dezembro de 2023, moradores de cidade da Bahia fizeram uma manifestação em frente a um dos prédios de outra empresa, também fornecedora de água, onde questionavam os motivos da interrupção dos seus serviços. Durante o protesto, eles jogavam ovos na fachada do prédio e em funcionários. O que os moradores não sabiam, é que a falta de água se deu, justamente por conta do baixo fornecimento de energia à empresa, atividade de responsabilidade da Coelba.


Por outro lado, a constante falta de luz nas casas de cidadãos da região de Valença, e de seu entorno, como por exemplo, o Guaibim, são corriqueiras. No último mês do ano passado, as fortes chuvas fizeram-se presentes, e com elas, o breu. Inúmeros bairros se viam desertos, perigosos e com baixíssima iluminação. O SAAE deverá notificar judicialmente a Coelba com o objetivo de ser indenizada pelos prejuízos causados.

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page